Pesquisar este blog

15 de jul de 2016

Apresentação



Neste texto escrito pelo poeta Mario Quintana, ele fala sobre o verbo ser.

No início era o Verbo. O verbo Ser.
Conjugava-se apenas no infinito. Ser, e nada mais.
Intransitivo, absoluto.
Isso foi no princípio. Depois transigiu, e muito.
Em vários modos, tempos e pessoas.
Ah, nem queiras saber o que são as
pessoas: eu, tu, ele, nós, vós, eles...
Principalmente eles!
E ante essa dispersão lamentável, essa verdadeira explosão do SER
em seres, até hoje os anjos ingenuamente se interrogam por que
motivo as referidas pessoas chamam a isso de CRIAÇÃO...

(Mário Quintana, in Prosa & Verso)

Mario Quintana traduziu várias obras do francês para o português e contribuiu, sobremaneira para o incremento da cultura nacional, mas apesar disso, nunca foi lembrado pelos acadêmicos da ABL.

Nós nos lembramos dele e vai aqui nossa modesta homenagem.

Agora, observe que este texto é muito significativo porque nos remete a algumas noções básicas sobre o quê é o verbo, o verbo ser.

A leitura deste texto também mostra a importância de conhecermos os verbos ingleses e portugueses.

Se pensarmos na importância dos verbos nas provas de vestibular e concursos, veremos que certamente todas as questões, de um modo ou de outro, exigem o conhecimento dos tempos verbais, da estrutura das frases, etc.

Portanto, se não conhecermos, por exemplo, os tempos verbais teremos poucas probabilidades de obter uma boa pontuação.

Sentimos essa dificuldade, quando iniciamos o estudo dos verbos ingleses.

Percebemos que a matéria é apresentada de forma deficiente, geralmente segmentada, fracionada, sem apresentar aos alunos a noção do todo, que, como sabemos, é um importante fator de aprendizagem e mesmo para a memorização de qualquer conteúdo.

Note que sempre devemos conhecer o todo para depois estudarmos a estrutura das partes.

Assim o estudo será mais proveitoso.

Esse é o método de aprendizagem, conhecer o todo e depois estudar as partes, mais eficiente empregado no estudo de línguas, ao lado dp emprego concomitante de textos, videos e áudios.

Votando ao nosso assunto, geralmente o estudo dos verbos ingleses é apresentado em etapas: primeiro o verbo to be, depois o present tense, depois o past, etc., mas não é apresentada a sua classificação, seu emprego, etc.

Além disso, justamente quando esperamos esclarecer nossas dúvidas, aparecem nos livros expressões do tipo estudaremos mais adiante ..., tratamos disso em nosso livro ..., veja no capítulo x mais detalhes ..., etc.

O estudante não é tolo e percebe que isso nada mais é que um artifício com pano de fundo econômico, ou seja, subjacente está o interesse na venda de alguma apostila.

Russeau tentava sintetizar suas argumentações em poucas palavras; em poucas palavras, para nós, isso significa tentar faturar mais com pouco conteúdo.

Pensado nisto e buscando consolidar num só documento o resultado de nossos apontamentos, achamos conveniente e útil aos estudantes compilar todos os pontos relacionados ao estudo dos verbos ingleses neste livro.

Na elaboração deste estudo foram consultadas vários livros de gramática inglesa e websites, os quais você poderá conhecer em tópicos especiais que podem consultados no súmario.

Devos confessar, que vocês que acessam nossos blogs ajudaram a tomar essa decisão, pois percemos que as postagens sobre verbos ingleses sempre foram bem recebidas, quando avaliadas pelo número de acessos.

Então o resultado está aí: um estudo consolidado e completo, com os tópicos essenciais relacionados aos verbos ingleses, inteiramente grátis.

Este e-book poderá ser acessado e baixado nos seguintes endereços:

1) No Blog Estudando os Verbos Ingleses


2) No canal Estudando Língua e Temas Diversos, no YouTube


Esperamos ter abordado nas aulas deste estudo, todos os aspectos essenciais relacionados aos verbos ingleses, especialmente aqueles solicitados em exames vestibulares, concursos públicos e em testes de seleção e afins.

Naturalmente, este não é um estudo final.

Acreditamos que ele pode ser melhorado com a participação de você, estudante de inglês.

Veja como nos ajudar a melhorar este conteúdo e tornar as aulas claras.

Primeiro estude todas as aulas e depois, se você perceber algum erro ou quiser sugerir algum conteúdo não abordado relacionado a verbos, poderá enviar sua sugestão usando o Formulário de Contato existente no Blog Estudando os Verbos Ingleses.

Além de sugerir novos conteúdos, seus comentários relacionados a cada uma das aulas será muito importante na medida que seu conhecimento ou suas dúvidas serão compartilhadas com os demais estudantes.

Estaremos sempre atentos aos seus comentários e sugestões e sempre que possível postaremos nosso comentário.

Desta forma, todos os estudantes permanecerão estimulados a conhecer as novas abordagens propostas por vocês.

Mas nunca esqueça desta regra de ouro: todos nós sempre temos dúvidas e a melhor forma de apredizagem é, por mais incrível que pareça, com os erros.

E para achar a solução certa para nossas dúvidas é necessário compartilhá-las com os demais estudantes, sem medo, pois eles podem ter dúvidas ou dificuldades semelhantes a você.

Esperamos que este e-book seja do seu agrado e lhe desejamos um excelente estudo dos verbos ingleses.

Thank you and see you soon!
 









Estudando a Língua Inglêsa